Avaliação - Renault Sandero Stepway 1.6 Sce 2017


Andamos com o Renault Sandero Stepway 2017 equipado com o novo motor 1.6, sob a designação da sigla SCe (Smart Control Efficiency). Esses novos motores da Renault ganham cada vez mais o mercado e começam a chamar atenção dos consumidores pela questão de desempenho e economia. Ainda que sejam de famílias diferentes (com tecnologia diferente), esses novos motores 1.0 e 1.6 trazem uma série de tecnologias inéditas.

Lembrando que desde a sua chegada ao mercado, o Stepway é uma versão própria do Sandero. Aliás, visualmente, o carro ganha uma série de apliques, um interior diferenciado e uma suspensão mais elevada. Outro detalhe importante, é que não existe versão básica do Stepway. O modelo sai sempre completo. Com essa identidade própria, o Stepway tem visual ousado, posição de dirigir elevada e versatilidade na condução.


Já a parte externa chama a atenção, sugerindo um estilo visual de “SUV”. Na dianteira, o para-choque exclusivo desta versão sugere força pelos detalhes em preto e na parte inferior com o acabamento em tom prata. Os faróis com máscara negra, juntamente com os faróis de neblina, completam o conjunto. Outro destaque da lateral são as novas rodas de liga-leve, sempre de 16 polegadas. 

No interior as diferenças são os novos bancos, mais confortáveis e anatômicos, com detalhes de estilo nas costuras. A cor laranja no acabamento interno confere um toque sutil e especial, com destaque para as saídas de ar laterais e o painel de instrumentos, que também tem contornos com preto brilhante. 



Agora, o Sandero Stepway está disponível apenas com o novo motor 1.6 – 16v SCe de quatro cilindros. Este motor tem maior e melhor desempenho. A potência máxima saltou para 118 cv (etanol) e 115 cv (gasolina). O torque também mudou, passa a ser 16,0 kgfm, seja com gasolina ou etanol. O duplo comandos de válvulas (variável apenas na admissão) garante maior torque desde as baixas rotações. Durante a nossa avaliação, percorremos cerca de 800 Kms, por trechos de estrada e cidade. Tivemos uma média de consumo na faixa de 11,5 na cidade e 14,8 na estrada.


Interessante também ressaltar que os modelos do Sandero 2017 com o motor 1.6 SCe trazem com exclusividade o sistema Stop&Start, que desliga o automóvel automaticamente em semáforo ou outros tipos de paradas. Este sistema garante uma economia de até 5% de combustível.
                                                                                                               


Texto e Fotos: Fernando A. De Gennaro

Um comentário:

junior valente disse...

A que velocidade vocês andaram para conseguir 14.8 na estrada? Alcool ou gasolina?