16 de setembro de 2009

Exclusivo / Bate-papo com um piloto de Drift

Prezados (as),
.
Nosso amigo, Eduardo Yassue, 27, é piloto de Drift e neste breve bate papo vai nos contar um pouco mais sobre esta modalidade.
.

Eduardo Yassue, Fernando A. De Gennaro e Gerson Mekaru

.

Legenda:

EY: Eduardo Yassue
DGM: De Gennaro Motors

.

DGM: Como você começou a praticar o Drift ?

EY: A princípio tudo começou em uma brincadeira no Japão, a mais ou menos 10 anos atrás, nas montanhas do país. Com o aumento de pessoas e entusiastas pelo Drift, esta modalidade deixou de ser apenas uma simples brincadeira e acabei levando a sério para as pistas, onde participei de campeonatos regularizados com premiação e troféus.

.

Eduardo com seu Toyota, praticando o Drift no circuito de Suzuka, Japão.

.
DGM: Por curiosidade, qual foi o veículo que você aprendeu a fazer o Drift e no Japão quais os carros que você teve ?

EY: Aprendi com o lendário Nissan Skyline, um modelo R32 ano 1992 equipado com motor 2.0 16V Turbo. Depois com diversos outros carros como Nissan Silvia S13, Nissan Cefiro, Nissan Laurel e por último tive 2 Toyota(s), um modelo Mark2 JZX90 com motor 2.5 16V Bi-turbo e um modelo mais novo, Mark2 JZX100, motor 2.0 16V turbo 2007. Por sinal é um dos melhores carros para fazer o Drift, pois tem um motor super potente e difícil de quebrar, além da fácil manutenção.
.

Eduardo em um posto no Japão, abastecendo seu Toyota.

.
DGM: Qual a real finalidade do Drift?

EY: O carro deve permanecer com o mesmo grau de ângulo no começo meio e fim da curva, numa velocidade constante. Pontua quem conseguir realizar estas três tarefas.
.

Nesta imagem acima, podemos ter uma noção do trajeto do veículo

.
DGM: Quais são os carros mais indicados para fazer está modalidade?

EY: Os carros que possuem tração traseira (regra principal da categoria) com motores de potência superior a 150cv, uma suspensão retrabalhada sendo mais rígida, e fora isso, o veículo deve conter um diferencial blocado na traseira.
.
DGM: Como é feita a preparação de um carro Drift e quais são as principais peças alteradas ?

EY: Um carro original pode praticar o Drift, mais para uma maior segurança e desempenho é necessário fazer a troca dos amortecedores por um jogo mais rígido e baixo, a troca do diferencial por um 100% blocado, troca do sistema de freio por um jogo especial, instalação de um santo-antônio, cintos de 3 pontos e no motor é necessário trocar a turbina por uma maior. Já a embreagem, o ideal é instalar uma de cerâmica de com 2 discos, além do comando de válvulas maior, um reajuste na injeção eletrônica e no EC do motor.
.
DGM: Onde esta o segredo de fazer o Drift, no volante os nos pés (dosar a potência do motor) ?

EY: O piloto em vez de frear na curva ele acelera ao máximo, ele deve ter o controle do carro, durante a derrapagem, tem que sincronizar volante e dosar a aceleração, neste momento o piloto deve fazer o contra esterço quando o carro entra numa curva oposta da que ele está.
>
DGM: Quais os itens do carro que mais sofrem desgaste ?

EY: A princípio como todos podem ver na imagem abaixo, os pneus são os mais desgastados, numa prova de exibição ou numa simples brincadeira de Drift os pneus de aro 17 ou 18 polegadas se acabam em 15 a 20 minutos em média, outro item é o par, de embreagem e o diferencial.
.

Um pneu aro 18" utilizado no Drift, reparem no desgaste da borda.

.
DGM: Atualmente como esta o Drift no japão ? E qual é o campeonato principal ?

EY: O Drift no Japão é uma febre, admirado por muitas pessoas, os circuitos chegam a receber um publico muito alto, praticamente todos os fins de semana são realizadas as corridas. O campeonato principal é Japonês Profissional de Drift.
;
DGM: Como é feito um campeonato de Drift (Japão) ?

EY: A categoria profissional se chama D1 (Drift Professional Series). O campeonato se estende por todo o ano e em diversas pistas pelo Japão e uma nos EUA, ganha o piloto que conseguir atingir o maior numero de pontos no decorrer do ano e em cada etapa
.
DGM: Podemos dizer que após a estréia do filme Velozes e Furiosos 3: Desafio em Tóquio, o Drift ficou ainda mais conhecido não só aqui no Brasil como no resto dos outros países ?

EY: Com certeza, inicialmente o filme foi feito devido ao enorme sucesso do Drift no Japão e com a exibição do filme como você mesmo citou, alavancou ainda mais os fãs da modalidade no mundo todo.
.
DGM: Atualmente você é piloto da Drift Company, quais as metas que você espera do Drift aqui no Brasil ?
.
EY: A Drift Company é a pioneira no Brasil, comandada por Gerson Mekaru, também piloto de Drift e que morou por mais de 10 anos no Japão. Ele foi o fundador da equipe e que vem tentando divulgar a modalidade no Brasil. Nossa equipe conta com 10 carros todos vieram diretamente do Japão.

Minha perspectiva do Drift no Brasil é muito grande, pois em pouco tempo conseguimos uma legião muito grande de fãs, só que os custos são muito altos ainda, mais espero que se torne acessível a todos e que também tenha o mesmo sucesso como no Japão e EUA.
.
DGM: Quem quiser entrar em contato com a Drift Company para enviar outras perguntas ou duvidas, como proceder ?
.
EY: Nosso site é: http://www.driftcompany.com.br/ e o telefone para contato é (011)7878-7983.
.
A De Gennaro Motors, agradece Eduardo Yassue pela entrevista concedida.
.
Um abraço, Fernando A. De Gennaro.
.

7 comentários:

Alysson Prado "Balo" disse...

Que bom vermos que o Drift não ficará apenas nas telas..e está se tornando uma modalidade praticada em todo o mundo.

Felipão disse...

Eita...

Mandou bem de novo, Fernando...

Olha o estado do pneu... caraca...

Rubens Leal Casses disse...

Fala Genaro!..Tudo blz e com vc?
vlw
abçs

Helio Herbert disse...

É duca...eu também gosto de "aparar os cabelinhos" dos pneus.

Loucos por F-1 disse...

Grande entrevista, Fernando!
Drift é muito maneiro, o cara tem que ter um controle enorme do carro. O pneu da foto ficou destruído.

Abraço!

Leandro Montianele

Eduardo Meireles disse...

Fernando, brilhante entrevista.

Vi seu recado no Motorpasión, pode me escrever, fique à vontade.

Marcos Antônio Filho disse...

po legal mesmo, drift é uma parada divertida e o estado que fica o pneu!
legal!

abs!